11 Motivos para ir ao Forró em Julho
Chegou julho, um mês diferente. Moramos em país tropical. Mesmo que em faixa temperada, temos a pele, os hábitos e os planos típicos de clima quente; temos roupas, casas, e atividades direcionadas, sobretudo, para o calor. Basta pensar em férias. Afinal, temos 8 mil quilômetros de orla marítima, praias paradisíacas, areia branca e fofa, sem contar as frutas, biquínis e etc. Para nós, de São Paulo, é fácil pensar em cerca de 50 praias possíveis para ir em no máximo duas horas e curtir o sol.
Julho é férias e é inverno. Temos pouquíssimas opções nesses casos. Campos de Jordão e mais umas três ou quatro possibilidades.
Para quem fica na cidade o problema é parecido. No calor existem milhões de opções enquanto que no inverno alguns bares e restaurantes apresentam ofertas de sopas, caldos e coisas do tipo.
Por tudo isso, resolvi elencar 11 bons motivos para você ir ao forró nesse importante, gostoso e diferente mês do ano:

1 - As pessoas tendem a engordar por comerem alimentos mais calóricos e por fugirem das academias devido à preguiça que o frio propicia. Dançar forró é também exercício e emagrece.
2 - Em meses frios, há um risco maior de as pessoas solteiras ficarem deprimidas, pois saem menos de casa e, com isso, diminui a possibilidade não só de encontrarem companhia como de acharem a "alma-gemea". No forró você vai encontrar um monte de gente e ainda vai dançar bem juntinho. Alem de ser muito mais barato que uma terapia.
3 - Inverno é frio. Forró é quente e esquenta.
4 - Julho é mês de férias das faculdades. Você, que é estudante, pode ir ao forró e ficar até as três últimas sem peso na consciência e sem sono no dia seguinte.
5 - Pelo mesmo motivo das férias, muitas caras novas e simpáticas começarão a ir mais vezes, o que aumenta a possibilidade de novas amizades, namoros, etc.
6 - Em meses frios, aumenta o consumo de álcool e a possibilidade das pessoas se excederem e darem vexame. No forró, as pessoas dançam muito, suam e eliminam o álcool de maneira segura e saudável.
7 - Agosto é o mês do folclore, portanto, é bom já ir aquecendo sua bagagem cultural com um dos mais tradicionais e conhecidos ritmos populares do país.
8 - Se você namora e está planejando um mês de cinema e vídeo, prepare-se. Segundo os críticos especialistas, há poucas boas opções no mercado de cinema. E vídeos em excesso podem levar a brigas devido a monotonia. Saia com ela(e) e vá dançar um pouquinho, intercale com o vídeo. Que tal? segundas e terças veja vídeos, e deixe o resto da semana para o forró. Nada como um xote bem coladinho.
9 - Rhea Americana, é o nome cientifico de um animal que existe no Paraguai, Argentina, Bolívia, Uruguai e Brasil e que é mais popularmente conhecido como Ema. Quando escolher um forró para ir, escolha um que tenha algo a ver com a Ema, com certeza estará mais adaptado a qualquer tipo de clima de um desses países de onde ela ocorre.
10 - Já que você não vai esquiar em Bariloche nem fazer alpinismo na Suíça, faça algo legitimamente brasileiro: dance forró no Canto da Ema.
11 - Se você é daqueles que se esconde no inverno e acha que frio é para ficar em casa, venha ao Canto da Ema. Afinal, como dizem nossos freqüentadores, pelo atendimento, qualidade musical, aconchego, limpeza, respeito e amizade que lá encontram. O Canto da Ema é a sua segunda casa.

Espero tê-los convencido a virem curtir essas férias e friozinho conosco o mês inteiro.
Abraços e até daqui a pouco
Paulinho Rosa  (Jul/2005)