EU QUERO É BOTAR O FORRÓ NA RUA PARTE 2 (convocação para invadir a Vila Madalena!)
O carnaval talvez seja a festa mais democrática que existe; resumindo, por mais antagônico que possa parecer, é quase a anarquia levada a sério onde tudo pode ou quase tudo é valido. Tudo, é claro, com senões, mas poucos se compararmos com nossas regradas vidas do dia-a-dia.
São Paulo, pelo cinzento, concreto e dureza das relações, tinha tudo para ser a antítese dessa festa, mas a cidade megalópole é também cosmopolita e abriga aqui uma diversidade de culturas que faz um contraste delicioso unindo o cinza da cidade ao colorido das diferentes tribos e etnias que aqui convivem.
Há alguns anos, a cidade redescobriu o carnaval, mas não o carnaval de passarela, comercial, midiático, panfletário e cheio de donos, e sim o carnaval popular democrático/anárquico (que confusão!), das ruas, dos blocos, da diversidade de culturas e dentre elas a cultura do povo nordestino e do forró.
A EMA GEMEU DE CANTO A CANTO vem para colocar o forró na rua. Ele foi pensado para mostrar a criação de Gonzaga e as obras de seus súditos arrastando o povo no ritmo mais popular do nordeste, lembrando que o nordeste, em vista da enorme população que aqui reside, também é aqui.
Neste ano traremos para as avenidas e ruas a nossa longa tradição de dois anos, amparados na experiência incrível e deliciosa do ano passado. Desde então nos preparamos para uma nova epopeia pelas míticas ruas da Vila Madalena, transformando um simples bloco de carnaval em um verdadeiro arrastão da cultura nordestina com sanfona, zabumba, triângulo e a visceral alegria dos adeptos do ritmo.
Dentre as novidades e diferenças em relação a 2014 está a concentração, que será mais uma vez no Bar do Canto, ao lado do Canto da Ema, mas com a estrutura montada para alimentação dos foliões que aguardarão a saída do bloco embalados pela sanfona e pelas músicas de Jorge Do Rojão e os Suingueiros.
Teremos novidades também na condução do carro de som, com o trio Dona Zefa mais afinado que nunca e preparado para a empreitada de serem puxadores de carnaval com o trio turbinado por agogô e muitos amigos dando canja.
O bloco recebeu o reforço mais que especial de LUIZ GONZAGA e DOMINGUINHOS, em versões Olindenses de bonecos gigantes que invadirão a Vila Madalena sem pedir licença.
No final, já no CANTO MADALENA, na Rua Medeiros de Albuquerque depois de atravessar a Aspicuelta inteira, faremos um final apoteótico antes da dispersão com muito o que? FORRÓ!
Enfim, nos alimentamos de forró, vivemos de forró, nos divertimos com forró e trabalhamos com forró e nada mais normal que o forró seja presente em todas essas situações e por isso convidamos e convocamos todos aqueles que assim como nós amam o ritmo, mesmo que apenas como diletantes, para se juntarem a nós. Se puderem tragam seus amigos ainda não tão forrozeiros, pois vamos mostrar a eles nossa alegria e a felicidade ao som de uma sanfona.
Quem puder venha de amarelo e vermelho, venha fantasiado ou como quiser, afinal é carnaval e cada um fique à vontade para se divertir como quiser.
As camisetas do bloco estão no CANTO DA EMA, não são muitas, por isso aproveitem.
Temos um encontro marcado dia 07-02 as 12:00 no CANTO DA EMA, local, que assim como alguns outros, é um dos consulados do ritmo na capital paulista.
Estamos esperando por vocês!

Paulinho Rosa   (Fev/2015)