LENDA VIVA
Conhecem aquela expressão: "lenda viva", sempre achei uma expressão estranha, de mau agouro, mas as vezes ela tem justificativa e em pouquíssimos casos ela cai tão bem quanto com o cantor GENIVAL LACERDA.
Genival Lacerda não é apenas o mais antigo forrozeiro em atuação, ele é também uma das maiores "figuras" do Brasil. Conhecido de norte a sul, leste a oeste, Genival tem carisma para todas as idades e gêneros; exímio cantor, artista completo, ele tem na sua presença de palco, seu lado mais marcante.
Quem não recorda da dança segurando a barriga com seu chapeuzinho característico na cabeça e os grandes sucessos como Severina Xique Xique e Radinho de Pilha?
Genival é daqueles personagens únicos e singulares que encantam e se tornam conhecidos sem nem entendermos como, caracterização é tão natural que nos parece familiar o tempo todo.
Sua longa carreira também é digna de virar uma novela e daquelas bem compridas.
O musico, que é Paraibano começou como radialista, seu personagem Vavá se tornou sucesso imediato e em pouco tempo já gravou seu primeiro trabalho.
Daí em diante foi uma sucessão de cenas marcantes na história artística da música brasileira. Participou de todos os programas mais importantes de música e auditório da Televisão, gravou inúmeros LPs e Cds, sempre com sucessos reconhecidos. E, embora seja muito relacionado ao duplo sentido, aquele tipo de música com uma malicia disfarçada, Genival tem grandes obras e momentos marcantes no seu legado.
Se cantando é genial, contando histórias é quase imbatível e olha que ele tem história. Quando relata uma, todos param e o observam atentamente, pois Genival é autentico, direto, com uma vivencia na música e no forró que hoje, seguramente, nenhum outro musico tem igual.
Aos 84 anos Genival é personagem ilustre de nossa música, tão ilustre que vários importantes artistas brasileiros se referem ou se referiam a ele sempre com grande admiração: Ivete Sangalo, a famosa baiana, rodeada de repórteres após um show se desvencilhou de todos para poder falar com o ídolo de infância, a morena se derreteu toda perante o musico e na hora aceitou o convite de participar de seu CD. Ivete cantou a faixa que escutava diariamente na sua Bahia quando ainda pequena: o Chevette da Ivete e o fez com uma categoria que só as divas tem, foi a parceira ideal do mestre rivalizando na malandragem e malicia.
Dominguinhos sempre se referia a ele como um dos maiores cantores da música nordestina.
E por ai vai, de norte a sul as pessoas cantarolam seus grandes sucessos. Alguns anos atrás ele reapareceu em re-mixagens pops do seu Rock do Jegue, divertida música em que Genival nos deleita com seu bom humor sempre muito bem ritmado e afinado.
As frases capciosas e cheias de segundas intenções no meio das músicas também são marcas registradas.
Genival Lacerda já veio algumas vezes ao CANTO DA EMA, mas diferentemente das outras em que cantava com uma banda montada aqui para lhe acompanhar, desta feita ele virá com seus músicos tradicionais, dele, seu sanfoneiro, seu zabumbeiro e tudo o que lhe é mais familiar para fazer o show completo da maneira mais perfeita, deixando-o assim, livre, leve e solto para dançar, cantar e se comunicar com o público na forma mais Genival Lacerda que existe.
Genival é completo ao cantar forró, cantar coco é uma das suas maiores especialidades, os xotes foi quem o transformaram em grande sucesso, mas foi o rojão que lhe deu um apelido que ostenta até hoje, ele é o "Senador do Rojão", menção honrosa para quem faz esse esquecido termo do nosso forró de forma tão ritmada e perfeita. Mesmo que o termo senador esteja tão em baixa como nos dias de hoje.
Outro apelido que ele carrega consigo é o e "Rei da Muganga", apelido este que ele corrobora a cada apresentação que faz, afinal Genival é daqueles que o tempo já o fez incorporar o personagem a pessoa, hoje é difícil vê-lo e não separar o homem do artista, talvez por que a separação não exista, talvez por que a as lendas normalmente se tornam lendas após desaparecerem e seus feitos se tornarem maiores do que era a realidade, no caso de Genival não, ele é o que é, essa figura incrível e cantor genial: a lenda viva!
Quer conhecer mais? Venha dia 21 de março ao Canto da Ema!
Paulinho Rosa   (Mar/2015)