Pára tempo!!!
Tem alguma coisa errada com o tempo. A velocidade que tem andado não é normal. Mal reabrimos a casa em janeiro e já estamos aqui nos aquecendo para o mês de aniversário que é em outubro.
Nem demos conta direito do que passou e do tanto de forró que fizemos.
Tem sido um ano difícil, com meses atípicos e atrapalhados. Épocas que a casa sempre estava cheia em anos anteriores, deram agora de estarem mais vazias, outras, que nunca levávamos em conta por ser um fracasso previsível, nos surpreenderam com bom número de pessoas.
De qualquer forma tem sido mais um ano bom e muito em breve completaremos sete anos de idade. É a idade em que normalmente, salvo disposições contrárias, as crianças ingressam nas escolas dando início à vida "acadêmica" e toda uma série de novas disposições, oportunidades, experiências e atividades que antes não existiam em suas vidas.
É o início de uma nova era de abertura para conhecimento e início de amadurecimento, ou, para os pessimistas, o começo do início da morte, se assim for, que esta demore muito a chegar.
O Canto da Ema tem experimentado um pouco desse novo momento e dessas modificações que estes sete anos já nos deram de experiência e conhecimento.
Estamos a procura de novas parcerias, novos projetos e propostas. Algumas já alcançadas no decorrer deste ano, como a carteirinha preferencial e a fidelidade. Outras em início de conversações devem, com o tempo, darem bons frutos. Por hora, o que podemos fazer é festejar e muito essa data tão importante. Para isso preparamos um verdadeiro mês de comemorações que incluem várias atrações e festividades importantes.
Começa com o dia do aniversário propriamente dito, dia 03 de outubro. Neste dia receberemos várias das bandas e trios que mais tocaram conosco como: Trio Virgulino, Trio Sabiá, Trio Araripe, O Bando de Maria e Rastapé.
Além deles, vários grandes amigos virão, literalmente, apagar velinhas conosco. No dia seguinte, para não deixar a poeira baixar traremos o cantor de forró de maior sucesso em todo o nordeste, um sonho antigo que enfim se realizará: Flávio José.
Dia 18 de outubro, teremos conosco um trio que há muito tempo não aparece por aqui, mas que é sempre muito pedido: Trio Forrozão.
E, finalmente, dia 25 Amelinha, a última das grandes damas do forró que ainda não tocou no Canto da Ema.
Fora tudo isso, teremos festas durante todos os dias de quarta a domingo, sempre com aquelas atrações que fizeram do Canto da Ema um dos principais redutos e referências do forró, não só em São Paulo como em todo o Brasil.
Tudo isso e tudo que vem acontecendo tem um objetivo que é ao mesmo tempo, causa e conseqüência: o nosso público! Vocês que determinam e indicam o que querem, como querem, quem querem e de que forma querem que direcionemos o Canto da Ema.
Por isso do jeito que a coisa anda e, principalmente, na velocidade que as coisas estão passando, é bom a gente começar a pensar na festa de 10 anos, mas aí... Já será outra história.
Paulinho Rosa  (Out/2007)